Blog

Sobre

Indicação

Clínica

Contato

NÃO SE DESESPERE! Provocações Filosóficas Comentário da Psicóloga Fabiane: Para àqueles que desejam refletir ou repensar seu modo de agir diante da vida, eis um livro que nos chama a viver com ética. Prof. Mario Sergio Cortella, em palavras sábias, nos orienta, nos instiga e nos encoraja a simplesmente a viver. Sobre o livro: Não se desespere, ir em busca do bem-viver, acolher instantes deliberados de paz interior. Sentir essa prazerosa sensação mental - ainda que provisória - na qual há uma aparente suspensão do fluir do tempo, permitindo um distanciamento das aflições cotidianas e uma recusa momentânea às perturbações que o existir nos oferta. Piegas? Não, romântico, impregnado de poesia e aspiração vivificante, enfadado com as obviedades pretensamente consoladoras (e efetivamente conformantes), tais como: A vida é assim... ou O que é que a gente pode fazer? É por isso que a sagacidade hebraica presente no Talmude foi certeira ao ensinar que "há três tipos de pessoas cuja a vida não merece esse nome: as de coração mole, as de coração duro e as de coração pesado". Coração mole a ponto de adiar a premência dos cuidados com a Vida; coração duro a ponto de negar com arrogância que cuidados sejam iminentes; coração pesado a ponto de urdir lamentações evasivas, deixando de usufruir o valor que os cuidados com a Vida não são um encargo, mas, isto sim, um patrimônio. Afinal a humanidade acumulou conhecimentos e experiências ao longo de milênios, que a Ciência, a Filosofia, a Arte e a Religião expressam em forma de orientar para o nosso viver diário e de respostas às indagações centrais de nossa existência. Essas fontes nos sugerem como atitude sábia de recomendação: Não se desespere! Sobre o autor Mario Sergio Cortella, nascido em Londrina em 05/03/1954, filósofo e escritor, com mestrado e doutorado em Educação; professor-titular da PUC-SP (na qual atuou durante 35 anos, 1977/2012) com docência e pesquisa na Pós-Graduação em Educação: Currículo (1997/2012) e no Departamento de Teologia e Ciências da Religião (1997/2007); é professor-convidado da Fundação Dom Cabral (desde 1997); ensinou no GVpec da FGV-SP (1998/2010). Foi Secretário Municipal de Educação de São Paulo (1991-1992), tendo antes sido Assessor Especial e Chefe de Gabinete do Prof. Paulo Freire.